Univ. Beira Interior funciona com recurso a trabalho gratuito | Testemunho

Recebemos este testemunho sobre o que está acontecer na UBI e que demonstra a importância das pessoas que trabalham com Contratos Emprego Inserção serem integrados nos quadros:

«A Universidade da Beira Interior, vêm ao longo destes últimos anos mantendo e assegurando o serviço de assistentes operacionais, nomeadamente as Portarias dos diversos pólos, recorrendo sistematicamente a funcionários ao abrigo dos planos POC e CEI+. Estes funcionários abrem e fecham as instalações, executam tarefas em full-time como se tratassem de Funcionarios Públicos em pleno exercícios de funções. Desempenham as suas funções estando sozinhos no local trabalho, fazendo horários por turnos e inclusive ao fim de semana, nas áreas que estão abertas como é o caso das Biblioteca.

Sempre na esperança de poderem vir a ser integrados nos quadros, mas… Até hoje apenas abriu e ainda decorre um concurso para admissão de 4 assistentes operacionais, que decorre à quase 1 ano e sem resolução, estranho, pois os postos trabalho continuam a ser assegurados pelos precários, e 4 elementos não satisfazem as reais necessidades do serviço de assistentes operacionais.

Foram largas as dezenas de pessoas ao abrigo destes programas promovidos e fomentados pelo IEFP, que já passaram pela UBI, acabam contrato, renovam, quando já não têm mais tempo desemprego ou RSI, vai embora e vêm outro. Assim têm sido esta humilhação e falta de respeito. Se são postos trabalho efectivos, necessários e permanentes porque razão, não são reconhecidos com um vinculo trabalho digno?»

Facebooktwittergoogle_plusredditlinkedintumblrmailby feather