GOVERNO PRETENDE HIBERNAR, ATÉ À PRIMAVERA DE 2008, EM MATÉRIA DE PRECARIEDADE LABORAL

A Petição contra a Precariedade Laboral, que exigia uma alteração no regime dos contratos a prazo, foi hoje a Plenário na Assembleia da República. Esta Petição contou com 5691 assinaturas,…

Discurso do jornalista precário João Pacheco, Prémio Gazeta Revelação2006

Este discurso foi proferido após a entrega do prémio Gazeta Revelação 2006 ao jornalista precário João Pacheco na presença do Presidente da República: Em Lisboa, nas Ruínas do Convento do…

Pedalada pela Ciência

Informamos que a ABIC (Associação de Bolseiros de Investigação Científica) e o FERVE (Fartos/as d’ Estes Recibos Verdes) promovem uma iniciativa chamada PEDALADA PELA CIÊNCIA, com o propósito de chamar…

Intermitentes querem sensibilização pública

Gisela Pissarra – 19-09-2007A plataforma ‘não tem pressa’. Querem um projecto ‘amadurecido’ A Plataforma dos Intermitentes reuniu-se anteontem à noite, nas instalações da Re.Al, em Lisboa, para discutir as próximas…

Vitória sindical no McDonald's de Granada

Um grupo de trabalhadores do McDonald’s – Estación em Granada decidiu candidatar-se às eleições do comité sindical da empresa. Elaboraram uma lista e no dia 15 de Abril ganharam as…

Ginástica da Flexiprecaridança

….Bora pessoal, energia! Trabalha os músculos, e 1, e 2, e 3! Para a flexibilidade flexibilidade, flexibilidade, flexibilidade! Vamos lá! Mobilidade, isso! Jovens dinâmicos – procura-se… Dinâmicos, dinâmicos! Flecte, vamos…

O incompetente

Em 2000 realizou-se uma prova de remo entre duas equipas, uma compostapor trabalhadores de uma empresa portuguesa e a outra pelos seuscongéneres japoneses. Dada a partida, os remadores japoneses começaram…

Aviso a todos os profissionais das Artes do Espectáculo e Audiovisual

encontro no próximo dia 17 de Setembro, 2ª feira, ás 21h30m na RE.AL (Rua do Poço dos Negros n.º55) No passado dia 10 de Setembro, a Plataforma dos Intermitentes encontrou-se…

A violência que gera a concentração do dinheiro

Começa a tornar-se difícil viver e trabalhar num dos países mais violentos da europa, Portugal. A violência com que lidamos diariamente, a violência das mentiras e das agressões de que…