SITE EM REESTRUTURAÇÃO

Precarios Inflexiveis Junho 22, 2015

Os bolseiros do programa doutoral em “Alterações Climáticas e Políticas de Desenvolvimento Sustentável” entram hoje em greve devido à falta de pagamento de bolsas desde Janeiro. O programa doutoral, da Universidade de Lisboa e Universidade Nova de Lisboa, e a Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) não justificaram ainda perante os bolseiros os atrasos nos pagamentos.

logo-fct (1)Relembramos que em Janeiro estes investigadores (nacionais e estrangeiros) assinaram um contrato de exclusividade com a FCT, tal como é exigido pela fundação para qualquer contrato de bolsa. Vários deles abandonaram os seus anteriores empregos estáveis e os seus países de origem em prol da bolsa que lhes foi atribuída e prometida, mas que os deixou numa situação totalmente precária.

Os bolseiros pediram reuniões ao Ministro da Educação e Ciência, aos Reitores da Universidade de Lisboa e Universidade Nova de Lisboa e à presidente da Fundação para a Ciência e Tecnologia e a greve manter-se-á até ao pagamento total dos meses de pagamentos em atraso.

O grupo de bolseiros dos Precários Inflexíveis manifesta a sua total solidariedade com a greve destes investigadores. Sublinhamos a nossa exigência que as bolsas de doutoramento coincidam com o ano lectivo, bem como que haja o limite máximo de um mês entre momento em que os bolseiros assinam o contrato e começam a receber a bolsa. Estas são duas das reivindicações do plano de emergência do combate à precariedade e ao desemprego (mais informação aqui) que, se fossem aplicadas, melhorariam imediatamente a situação destes investigadores.

Facebooktwittergoogle_plusredditlinkedintumblrmailby feather

1 thought on “Bolseiros do Doutoramento em Alterações Climáticas em greve

Leave a comment.

Your email address will not be published. Required fields are marked*