SITE EM REESTRUTURAÇÃO

Precarios Inflexiveis Agosto 26, 2014

{0}Passos Coelho e os seus ministros estiveram reunidos toda a manhã para aprovarem o orçamento rectificativo. Desde que entrou em funções este governo nunca conseguiu cumprir um orçamento e por isso necessitou sempre de apresentar um ou mais orçamento rectificativo no decorrer do ano para flexibilizar as metas do défice ou renovar cortes nas despesas (aqui).

Desta feita o governo culpa a derrapagem orçamental de 3,4% do PIB (cerca de 5823,4 milhões de euros) com a decisão do Tribunal Constitucional de considerar ilegal os cortes nos salários da função pública e a nova versão permanente do corte nas pensões.

Agora o governo anuncia que não irá subir impostos que a derrapagem será coberta reduzindo os apoios sociais, ou com um melhor “controlo da despesa”.

Nada mais simples para tentar atacar o Tribunal Constitucional e por trabalhadores contra desempregados e pobres contra remediados. Quem recebe apoios sociais ou subsídio de desemprego irá ver a situação alterada para pagar as ilegalidades orçamentais do governo e a subida dos juros da dívida que explicam cerca de 15% do erro no défice (aqui).

Aliás a tendência da redução dos apoios sociais é clara, tendo em um ano sido retirado o RSI a mais de 45 mil pessoas (aqui).

Facebooktwittergoogle_plusredditlinkedintumblrmailby feather

Leave a comment.

Your email address will not be published. Required fields are marked*