SITE EM REESTRUTURAÇÃO

precariosinflexiveis Abril 17, 2014

??????????????????

A Ana Lázaro participou no encontro europeu E-Democracy onde apresentou a experiência dos Precários em Portugal. Ass. de Combate à Precariedade agradece muito o feedback desta experiência que aqui partilhamos:

«Conforme prometido, venho dar-vos conta dos resultados e experiências, decorridos da participação da ‘dobrar, no Encontro Europeu: “E-Democracy”, promovido pela Associação Pronexus, Reggio Calabria, Itália – em março de 2014.

O encontro E-Democracy constituiu num seminário teórico e prático em que os participantes convidados foram convocados a intervir com relatos de experiências de democracia digital nos seus próprios países e no decurso da sua atividade profissional, e ainda a participar num conjunto de atividades formativas e de discussão; e algumas atividades de conhecimento da cultura e património.

Entre os Grupos de Participantes estavam, além da ‘dobrar – da parte de Portugal, representantes dos seguintes países: Itália; Eslovénia; Letónia; Roménia; Espanha; Polónia. Os intervenientes e oradores, estavam ligados às áreas da Educação; Planeamento, Administração e Ordenamento do Território; Cultura; relações Internacionais; Psicologia Social; Inovação Tecnológica; Projetos de Inclusão Social.

Além dos participantes, integraram o Seminário os organizadores e lideres de Projetos da de Promoção cultural e Desenvolvimento regional, da Associação Pronexus.

No que se refere à atividade, no âmbito da qual vos contactei:
Fomos solicitados a apresentar neste encontro exemplos de plataformas existentes no nosso país que representassem movimentos significativos de democracia digital, promovendo a comunicação e aproximação do público ao processo democrático e participativo.

Cada representante de cada País fez uma breve exposição e apresentação de uma Estrutura que representasse um modo de Democracia Digital.

No caso dos Precários Inflexíveis, apresentámos um breve histórico do vosso percurso, e destacámos ainda alguns dos resultados mais notáveis, entre os quais a obtenção massiva de assinaturas e cumprimento da Proposta de Lei / Iniciativa legislativa dos cidadãos: sobre a questão dos recibos verdes (moção esta que não tendo resultado exatamente na concretização das propostas feitas, teve como resultado a discussão na Assembleia, e alteração na legislação a este respeito); o facto dos Precários  constituírem já um núcleo de opinião ao qual os media recorrem e sobre o qual estão atentos; e a vossa contínua investigação e recolha de dados sobre a precariedade.

Desta apresentação importa referir que fomos os únicos oradores a distinguir uma Estrutura de Democracia de cariz independente, com uma força de ação assente no “contra-poder”, nascida de uma raiz popular. Ou seja, todas as outras apresentações se basearam em exemplos de Administração Pública, ou Estatal, em que os Governos de cada País oferecem plataformas de comunicação e opinião digitais. Por esta distinção, a nossa intervenção sobre os Precários Inflexíveis mereceu ama atenção especial por parte dos outros intervenientes e organizadores, e foi manifesta a curiosidade e vontade da parte da plateia, em incentivar movimentos desta natureza nos seus respetivos países. Entendemos que de alguma forma o facto de este se apresentar como um percurso de sucesso, contribuiu para desafiar os participantes, que acolheram este exemplo com um tom de confiança e esperança para as intervenções democráticas espontâneas que nascem da crítica e ativismo popular.»

Facebooktwittergoogle_plusredditlinkedintumblrmailby feather

Leave a comment.

Your email address will not be published. Required fields are marked*